sábado, 31 de março de 2012

O papel da didática na formação do professor.


O texto traz uma análise crítica da relação entre o educador e o papel da didática na sua formação. Aqui, Luckesi propõe um “novo olhar” à didática, orientando-a no sentido da sua independência para com os “poderes constituídos”. Assim, a didática é muito mais que a simples técnica de ensinar, é também a técnica de aprender a ensinar o que, historicamente, foi produzido ao longo do processo civilizatório engendrado pelos humanos.

Colocando o educador como sujeito e não como objeto, a didática convida à uma abordagem filosófica, política e epistemológica que possibilite a geração de respostas aos problemas enfrentados e levantados (propostos). Como sujeito da história, o educador no seu ofício, calibra-se para deixar o outro aprender, tendo como suporte metodológico a ideia de que as técnicas adaptam-se às novas ocorrências verificadas no seu tempo, descartando a ideia de imutabilidade das mesmas, pois sabe-se que não há apenas uma técnica prescrita para cada situação.

Esta dimensão histórica trazida pelo professor autêntico supera a ideia da didática enquanto disciplina fornecedora apenas de técnicas e procedimentos que formam os indivíduos para o trabalho. A partir desta compreensão, percebe-se que a didática não pode atrelar-se a qualquer poder, devendo estar à disposição daqueles que buscam aprender para ensinar e ensinar para aprender, compreendendo o processo histórico e político do ato de ensinar e aprender.

Superar as imposições dos modelos econômicos e políticos com suas idiossincrasias, focando apenas no indivíduo, libertando-o das amarras difundidas na sociedade e preparando-o para a compreensão da sua cidadania.

Luckesi não descarta o planejamento, todavia o concebe apenas como instrumento de adequação às atividades desenvolvidas. Desta forma, assegura que a didática está ideologicamente prenhe, devendo sempre procurar estabelecer um nexo causal entre teoria e prática estribada sobre uma epistemologia (teoria do conhecimento), método e metodologia corretos, garantindo o entendimento do mundo em que se vive através da produção e adequação do conhecimento nas várias atividades realizadas pelos indivíduos.


Baseado nos pensamentos apresentados por Cipriano Luckesi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário